segunda-feira, 8 de novembro de 2010

08/11/2010

Hoje uma voluntária olhou para minhas unhas e disse:
- Nossa, que unhas lindas você tem, fiquei admirada com essas flores lindas e vivas que você fez, como você consegue fazer com tanta perfeição na mão esquerda?
Eu apenas olhei para ela, esbocei um sorriso e disse:
- É costume.
Mas além de ser um costume, a verdade era que eu estou feliz, e quando estou assim, faço as coisas com muito mais amor e as coisas ficam evidentes. Estou deixando transparecer por fora, o que eu sinto por dentro.

Geralmente eu não costumo escrever as coisas rotineiras, mas achei bacana escrever sobre isso, afinal de contas, não é todos os dias que eu me sinto dessa forma.